nadar!

 

 

 


 

Natação dos EUA faz 12 líderes do ranking mundial em seletiva sem impressionar

De: http://esporte.uol.com.br/natacao/ultimas/2009/07/13/ult77u2401.jhtm
Date: 13-07-2009

o

A natação dos Estados Unidos definiu no fim de semana os nadadores que vão disputar o Mundial de Roma, no fim do mês. A equipe, como era esperado, será liderada por Michael Phelps, mas a seletiva norte-americana esteve longe de impressionar especialistas e torcedores. Mesmo assim, mostrou que o nível da modalidade nos EUA ainda está bem acima do resto do mundo.

oo

Após o Campeonato Nacional, disputado em Indianápolis, norte-americanos lideram o ranking mundial de 2009 em 12 provas individuais. O número é superior as nove medalhas de ouro individuais dos EUA nas Olimpíadas de Pequim-2008, por exemplo. Além disso, das 28 provas individuais com disputa de vaga no Mundial, só em quatro delas os norte-americanos não fizeram ao menos uma das dez melhores marcas do ano. O principal problema foi nas provas de fundo: nos 800 m livre feminino e nos 1500 m masculino, que entraram nessa lista.

ooo

Mesmo assim, os números também mostram problemas. Na seletiva norte-americana para as Olimpíadas, no ano passado, foram quebrados nove recordes mundiais, segundo levantamento da Folha de S.Paulo. Desta vez, foram apenas três, um com Phelps e outros dois com Aaron Pearsol. Phelps, que trabalha para, em Londres-2012, disputar as provas de velocidade, não brilhou como de costume. Ele quebrou o recorde mundial que não conseguiu em Pequim, dos 100 m borboleta (50s22), e vai disputar três provas individuais no Mundial, 100 m e 200 m borboleta e 200 m livre. Nos 100 m livre, ele desistiu, após acordar com torcicolo. Com o fenômeno em transição - e se recuperando das polêmicas pós-Olímpicas -, coube a Aaron Pearsol roubar a cena. Com dois recordes mundiais no nado costas, ele foi a grande estrela da competição. Primeiro, ele bateu o recorde mundial dos 100 m costas (51s94), superando a marca do espanhol Aschwin Wildeboer (52s38). Depois, foi a vez dos 200 m costas (1min53s08), em um duelo com o ex-recordista, Ryan Lochte (1min53s94). Momento ruim vivem os velocistas. César Cielo, que não pode competir em nenhuma das finais A da competição, terminou com os melhores tempos nos 50 m (21s14) e 100 m (47s69). O vencedor das duas finais A, Nathan Adrian, por exemplo, fez 21s52 nos 50m e 48s00 nos 100m.

oooo

NORTE-AMERICANOS LÍDERES DO RANKING MUNDIAL DE NATAÇÃO 200m livre masculino: Michael Phelps - 1min44s23 100m costas masculino: Aaron Pearsol - 51s94* 200m costas masculino: A. Pearsol - 1min53s08* 100m peito masculino: Mark Gangloff - 59s01 200m peito masculino: Eric Shanteau - 2min08s01 100m peito feminino: Rebecca Soni - 1min05s34 200m peito feminino: Rebecca Soni - 2min20s38 100m borboleta masculino: M. Phelps - 50s22* 200m borboleta masculino: M. Phelps - 1min52s76 200m medley masculino: R. Lochte - 1min54s56 400m medley masculino: R. Lochte - 4min06s40 200m medley feminino: Julia Smit - 2min09s34 *recordes mundiais