nadar!

 

 

 


 

O QUE SERIA DELES SEM A ROUPA ?

De: Rosa PF. O que seria deles sem a roupa? Nadar Rev Bras Esp Aquat 2009; 163:20-22
Date: 13-07-2009

o

Para o ex-nadador Djan Madruga, alguns limites na natação são muito mais psicológicos que físicos. Para ele, nadar abaixo de oito minutos nos 800 livre, para grande parte dos atletas continuava sendo um obstáculo mental. - Na época em que fiz o recorde, ultrapassar os oito minutos era uma barreira muito mais psicológica que física. Só eu e o Salnikov (russo Vladmir Salnikov), que era o recordista mundial nadávamos em sete minutos. Acho que os recordes têm que ser quebrados, pois mostra a evolução. A natação de fundo brasileira estava parada no tempo, congelada, e isso não foi bom – explicou Djan.

oo

Luiz Rogério Arapiraca, da Unisanta, de 22 anos, colocou abaixo o, então, recorde mais antigo entre todos os esportes brasileiros. Ele nadou os 800 livre em 7m58s20 e colocou abaixo o tempo que Djan Madruga fizera há 29 anos, em abril de 1980, 7m59s85. Djan Madruga já estava resignado em perder seu recorde. Mas não se deu totalmente por vencido e lançou o "Desafio do Sungão" e está oferecendo cinco mil dólares para o nadadorque bater o seu antigo recorde, 7m59s85, usando sunga e não os modernos trajes. O prêmio aumenta em mil dólares a cada aniversário.

ooo

Após provocarem uma verdadeira revolução na natação, com mais de cem recordes mundiais quebrados em dois anos, esses novos trajes se tornaram peça obrigatória para qualquer nadador de elite; e, se não é gritante, a diferença entres esses e os trajes antigos é suficiente para colocar ou tirar alguém do pódio, superar ou não um recorde.

oooo

Leia esta matéria na íntegra na edição da revista Nadar! citada sob o título acima ou pesquise no site.